fbpx
 O que é e como se tornar um empreendedor digital

O que é e como se tornar um empreendedor digital

A internet está cada vez mais presente na vida das pessoas. Quem tem acesso a ela frequentemente vê anúncios sobre os benefícios de ser um empreendedor digital. Ele nada mais é do que um empreendedor que usa a internet para realizar a venda de produtos ou serviços. O que é entregue pode ser inteiramente digital, físico ou os dois ao mesmo tempo. 

A área parece promissora e trazer infinitas possibilidades. Mas é necessário seguir alguns passos fundamentais para ter sucesso como um empreendimento digital. Afinal, é um setor em que a concorrência é acirradíssima também. Assim, é necessário que você seja estratégico para se destacar. 

Nós vamos mostrar como neste artigo.  

Como se tornar um empreendedor digital 

Primeiramente, você precisa pensar em um produto ou serviço que pode ser comercializado on-line. A primeira dica é sempre investir no que você entende, de preferência. Se vai explorar uma área nova para você, conte com pessoas que podem ajudá-lo a entender melhor o nicho escolhido. Também há muito material disponível, on-line e em livros, que podem ajudá-lo. 

No final deste texto, falamos sobre alguns setores promissores para o empreendedor digital, eles podem te inspirar. Mas, antes, é importante que você saiba de outros passos importantes. 

Planejamento antes de qualquer coisa

Ter uma empresa on-line também exige planejamento como em qualquer outro negócio. Você pode trabalhar com um bussiness plan, Canvas ou qualquer outra ferramenta que dê um norte sobre o que é necessário fazer para que seu empreendimento dê os resultados esperados. 

Importante lembrar que no meio digital é possível verificar as métricas e fazer ajustes na rota com maior frequência. No entanto, o planejamento inicial é uma referência, um norte para não perder de vista o seu grande objetivo. 

Presença on-line 

É impossível ter um negócio digital sem presença on-line. Aqui nos referimos a estar nos canais que fazem sentido para seu empreendimento. São diversas as redes sociais, plataformas e estratégias que você pode usar. Mas quais estão alinhadas à sua persona (cliente ideal)? Essa análise é feita no planejamento. Também é interessante que, além da marca, você mesmo esteja presente na internet. 

As pessoas se conectam bastante com outras pessoas. É por isso que CEOs de grandes empresas, como Luiza Trajano, do Magalu, têm se posicionado no meio digital. Os internautas se conectam ao que esses profissionais mostram, principalmente quando é algo parecido com algo da vida delas. A identificação com essa figura pública reflete na marca. 

Vale ressaltar que é necessário ser coerente quando você for se posicionar. É preciso, também, tomar cuidado para que o que você divulgar não prejudique a empresa. Muitos desses profissionais mostram aspectos da vida pessoal, mas pode ter certeza de que selecionam estrategicamente o que será visto pelos internautas.  

Formalize-se 

A internet é um ambiente propício para testes. Muita gente lança projetos e faz experimentos antes de investir para valer no projeto. Porém, é importante que você não demore para se formalizar. Ser Microempreendedor Individual (MEI) ou aderir ao Simples, regimes interessantes para quem está no início, é um bom começo. 

A formalização abre portas para atender a clientes maiores. Normalmente, eles exigem isso de maneira indireta. É necessário emitir notas fiscais, por exemplo. Além disso, ter um CNPJ transmite maior credibilidade no mercado. 

Aconselhamos que você procure por um bom contador para estudar qual o melhor regime para você. Falamos sobre dois, mas pode acontecer de, mesmo em uma fase inicial, outro ser mais indicado para você.   

Atenção à segurança on-line, empreendedor

Outro aspecto a que o empreendedor digital deve ficar atento é à segurança. Caso invista em um negócio que precise de site, aplicativos ou outras plataformas, esteja ciente do que é preciso fazer para que as transações comerciais ocorram com segurança tanto para você quanto para o cliente. 

Desburocratize seu dia a dia com certificado digital

Na internet, é necessário muito trabalho como em qualquer outra área. Porém, normalmente, os processos são descomplicados, ocorrem de maneira mais ágil do que em outros tipos de empreendimentos. 

Uma das formas de desburocratizar sua jornada é com o certificado digital. Ele é obrigatório em muitos casos, a exemplo da emissão de nota fiscal eletrônica. O certificado também facilita e dá mais segurança em inúmeros procedimentos, como a assinatura de contratos. 

A assinatura com certificado digital tem validade jurídica e permite que você faça negócios com pessoas em qualquer parte do mundo. Ou seja, vai economizar tempo e dinheiro com deslocamentos, procurações e reconhecimento de assinaturas. 

Áreas promissoras para o empreendedor digital 

O digital tem a inventividade como uma característica. Há alguns anos, empresas como Uber e Airbnb seriam impensáveis. Dessa forma, você pode ter uma ideia e investir nela. Neste caso, pode até entrar em programas de aceleração de startups para ajudar a viabilizar o negócio. Mas há áreas em alta que você pode investir. 

E-commerce 

O comércio eletrônico teve o maior crescimento, em 20 anos, no primeiro trimestre de 2020. O dado é da Ebit/Nielsen. Os e-commerces viabilizam a venda de diversos tipos de produtos, físicos ou digitais. No caso de produtos tradicionais, é necessária uma preocupação com a logística. Em ambos, o cuidado com o planejamento de marketing, vendas e produção devem ser os mesmos. 

Educação EAD e cursos livres on-line 

A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), em parceria com a empresa de pesquisas educacionais Educa Insights, afirma que em 2022 o número de alunos da educação a distância irá superar o de estudantes em cursos presenciais. 

A pandemia fez várias universidades se adaptarem às pressas para as aulas remotas. Os cursos on-line, neste período, também foram beneficiados. Só no Google o aumento de pesquisas pelo termo cursos de especialização EAD subiu 130%. Na Fundação Getúlio Vargas, foram registradas 400% a mais de matrículas nos cursos EAD. 

A tendência já era de alta antes do isolamento social, mas agora tende a ganhar adeptos mais rapidamente. Muita gente, avessa a essa modalidade, precisou experimentar o formato e agora está mais aberta a matricular-se em um curso on-line.  

Serviços on-line: consultorias, trabalhos de marketing e outros

Alguns profissionais conseguem se adaptar com ainda mais facilidade ao empreendedorismo digital. Isso porque a natureza do trabalho favorece a execução remotamente. É o caso de consultorias e mentorias. Quem é da área de marketing também consegue adaptar o trabalho facilmente para o ambiente digital, já que videoconferências e diversas plataformas são comuns neste setor. 

Preparado para tornar-se um empreendedor digital? Boa sorte!

Texto: Talita Camargos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Como posso te ajudar?