O que aprendemos sobre crescer na crise

O que aprendemos sobre crescer na crise

Crescer e se consolidar em um ramo altamente competitivo e em constante transformação exige alta capacidade de adaptação

Heitor Pires

Nunca foi só certificado digital.

Diante da atual crise sanitária e das mudanças naturais do segmento de tecnologia, a AC Certificaminas precisou se reinventar, mais uma vez.

Queremos compartilhar com você o que aprendemos sobre crescer mesmo em um momento de dificuldade para todos.

Spoiler: o maior aprendizado até o momento (e que é parte da nossa cultura desde que emitimos o primeiro certificado) é: “o único diferencial estratégico deste mercado são as pessoas”.

Ninguém cresce sozinho

Numa crise, é preciso definir rapidamente quais são as prioridades. No nosso caso, estabelecemos duas: preservar nossa rede (com 65 Autoridades de Registro e unidades em todos os estados) e não parar o processo de expansão.

Para ter condições de seguir crescendo, voltamos nossos olhos para nossa base: equipe e parceiros. Rapidamente, passamos a oferecer assessoria jurídica e de recursos humanos para todas as ARs.

Adotamos, ainda, reuniões on-line de alinhamento de informações com toda a rede, além do envio de inúmeros materiais informativos, pareceres e cartilhas.

Reforçamos, também, o suporte comercial e de marketing, que já era habitualmente oferecido. Cada região reagiu de uma forma, então, o atendimento foi personalizado.

Resultado: não perdemos ninguém.

A verdade vem de quem está na linha de frente. Escute e aplique rapidamente

A Certificaminas acredita verdadeiramente na voz da rede e do time. Nosso maior ativo hoje é conseguir aprender mais escutando todo mundo e nos reposicionando rapidamente do que tomando decisões sentados em uma mesa de reuniões

Todas as decisões importantes seguiram rigorosamente essa linha, o que ajudou a explorar os diversos ângulos das ações e tomar os rumos mais adequados.

Home-office: o teste final de que nossa cultura estava certa

Sempre foi cultura da Certificaminas dar o osso maior do que a pessoa pode roer: dar responsabilidade, liberdade e meta, assim como reconhecer o esforço e premiar. Se alguém precisa ser monitorado, é preferível que vá para a concorrência, porque não entendeu como funcionamos aqui.

Adotar o home-office para a equipe confirmou um dos principais pontos do nosso modo de atuar: o que vale é a cultura da entrega.

Foco e agilidade na solução

Sem definir prioridades, é impossível ter foco. Com as prioridades em mãos, é hora de ser ágil. O processo de coleta de opiniões deve ser objetivo e orientado para a solução de cada problema específico.

No caso da AC Certificaminas, coube às nossas lideranças garantir que cada equipe tratasse cada problema de forma ágil e eficaz.

Presença é bom, mas existem opções

Para a AC Certificaminas, ir ao encontro do lead/possível parceiro sempre foi um diferencial. Sempre fizemos questão de pegar na mão e olhar no olho. Com a pandemia, mudamos toda a operação para o modelo de inside sales (vendas internas).

Manter a mesma pegada e a mesma proximidade, mesmo virtualmente, foi talvez o principal desafio. Com isso, aprendemos e provamos que sempre existem novas formas de se fazer as coisas.

Esteja pronto. Sempre

Ao longo desses meses, encaramos desafios novos e nos reinventamos, assim como boa parte das empresas. Só fizemos com sucesso porque foi junto com toda a rede e total envolvimento do time. Não sabemos quando a pandemia chegará ao fim. Mas temos certeza de que já estamos melhores do que quando tudo isso começou. Esperamos que você e seu time também!

Heitor Pires (foto) é contador, bacharel em direito e diretor-presidente da AC Certificaminas.

Artigo publicado originalmente do portal Cryptoid

Entrevista com Heitor Pires da AC CERTIFICAMINAS

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Como posso te ajudar?