Como desenvolver um app seguro para minha empresa

Como desenvolver um app seguro para minha empresa

A evolução tecnológica e os recursos que ela oferece possibilitaram às empresas estarem cada vez mais próximas do seu público. Com soluções dinâmicas e interativas, hoje, contatos, serviços e vendas podem ser feitos de forma on-line, por meio de redes sociais e aplicativos, foco deste nosso artigo.

Uma marca que investe em um app constrói um canal direto com o consumidor. Consequentemente, cria-se uma relação de fidelidade entre o seu negócio e o cliente, que sempre se lembrará da plataforma quando precisar de algo relacionado aos produtos e serviços oferecidos pela sua marca.

No entanto, além da preocupação com um design e usabilidade, toda empresa, ao desenvolver um app, precisa se atentar a um fator muito importante: a segurança. Afinal, vocês vão lidar com os dados pessoais de muitos usuários e sabemos que a internet oferece muitos riscos.

Como garantir, então, que o seu app seja, de fato, seguro? Vamos te mostrar neste post. Fique com a gente até o final e confira.

Por que um aplicativo deve ser seguro?

Ao mesmo tempo que a internet trouxe mobilidade e praticidade para muitas atividades que realizamos diariamente, ela também oferece alguns riscos que se tornaram característicos da era digital. O vazamento de dados é um deles.

Casos de exposição de dados pessoais surgem frequentemente. Em janeiro deste ano, por exemplo, cerca de 223 milhões de brasileiros (incluindo falecidos) tiveram suas informações pessoais divulgadas em um fórum na internet. O acontecimento ficou conhecido como o maior vazamento de dados da história do país.

Meses depois, em março, uma pesquisa realizada pela Zimperium, empresa de segurança mobile, revelou que 18 mil aplicativos (Android e iOS) expuseram dados pessoais dos seus usuários. Números de telefone, informações financeiras e médicas estão entre as informações divulgadas.

Situações como essas mostram por que é tão importante desenvolver aplicativos seguros. Um app que apresente qualquer falha de segurança abre espaço para alterações e roubo de dados da própria empresa e de seus clientes, criando potencial para invasões e fraudes.

Assim, é responsabilidade do desenvolvedor e da marca garantir a privacidade das informações dos usuários que utilizam o app, conforme determina a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Um aplicativo seguro gera confiança ao usuário

Uma empresa que se preocupa com a segurança do seu aplicativo constrói uma relação de confiança com seus clientes. Ao perceber que está em um ambiente seguro, ele se sentirá confiante para realizar transações, fazer suas compras e disponibilizar seus dados na plataforma.

Sem falar na imagem de profissionalismo que a marca passará por priorizar a proteção das informações confidenciais suas e de seus usuários.

LGPD para aplicativos: como funciona

Como dissemos, é muito comum que aplicativos e plataformas on-line solicitem dados pessoais dos seus usuários, seja para fazer um login, efetuar uma compra ou baixá-lo.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), no entanto, surge para garantir que o usuário tenha o total controle sobre as suas informações e o conhecimento de como eles serão tratados pelas empresas com quem compartilhou.

Caso a marca por trás do app descumpra as exigências da LGPD, ela terá que arcar com penalidades que envolvem advertências e pagamento de multas. Para evitar transtornos como esses, são necessários três passos importantes:

  1. Mapeamento: a empresa deve mapear todas as informações que serão, de fato, importantes para o seu negócio. Assim, ela não correrá riscos de solicitar dados desnecessários aos usuários.
  2. Transparência: baseado no levantamento anterior, é preciso elaborar um Termo de Uso e Privacidade transparente, conciso e disponibilizá-los aos clientes. Nele, o app deve explicar a finalidade daquela coleta de dados.
  3. Análise: é interessante avaliar se o aplicativo e suas alterações resguardam a integridade e a privacidade dos clientes. Isso evita possíveis falhas que comprometam a segurança dos dados.

Dicas para desenvolver um app seguro para o seu negócio

Ao desenvolver um app, é preciso considerar não apenas a privacidade dos clientes, mas as vulnerabilidades que podem permitir a invasão de algum usuário mal-intencionado. Por isso, se atente às seguintes dicas:

Preocupe-se com o back-end do seu app

O back-end é toda a parte de programação voltada ao funcionamento interno do app. Ou seja, é tudo que está por trás da sua interface: banco de dados, segurança de dados, armazenamento de informações, entre outros. Os códigos usados nessa etapa influenciam diretamente a segurança do app.

Por isso, ao desenvolvê-lo, é necessário seguir as melhores práticas, alinhadas a um padrão que seja confiável e resistente a invasões. A autenticação de dois fatores pode ser uma alternativa que ofereça maior proteção ao sistema.

O front-end também merece atenção

Já o front-end está relacionado à área visual do app, a sua interface. Normalmente, uma plataforma que possui um bom sistema de segurança tem uma preocupação maior em mostrar isso aos seus clientes.

Isso acontece porque sujeitos mal-intencionados conseguem replicar a aparência de outra aplicação com a intenção de convencer outros usuários a inserirem seus dados pessoais.

Para evitar que mais pessoas caiam em armadilhas iguais a essa, o desenvolvedor de front-end pode sinalizar na interface que o app é verificado.

Verifique se há algum código de erro

Pequenas falhas na programação podem comprometer a segurança do aplicativo da sua empresa, até mesmo um código de erro. Por isso, durante o desenvolvimento, verifique se há algum código incorreto que esteja em execução no app.

Invista em uma blindagem de aplicativos móveis

A tecnologia de blindagem de aplicativos móveis tem a função de proteger o app contra atividades maliciosas e manter a privacidade de informações confidenciais contra cibercriminosos.

Com a blindagem, é possível detectar e atenuar qualquer adulteração para interromper o código malicioso, antes que ele possa causar danos.

Dica extra: certificado digital SSL para mais segurança do app da sua empresa

Como mostramos ao longo do artigo, a melhor maneira de garantir a segurança do app da sua empresa é escolher os recursos e ferramentas certas, o que inclui o uso de um certificado digital SSL.

O Secure Sockets Layer (SSL) é uma tecnologia que oferece segurança aos sites e plataformas digitais por meio da criptografia. A instalação da ferramenta garante que os dados confidenciais dos usuários e da própria empresa fiquem seguros, o que impede possíveis roubos e sequestros de informações.

Ofereça uma experiência mais segura aos usuários do seu app. Invista em um certificado digital SSL e tenha a certeza de que seus dados estarão protegidos.
Solicite a emissão do seu certificado com a Certificaminas!