Riscos tributários: quais são e como o certificado digital ajuda a evitá-los

Riscos tributários: quais são e como o certificado digital ajuda a evitá-los

Impostos assustam os brasileiros. No entanto, a sonegação para deixar de pagá-los ou omissão para pagar menos tem consequências piores, que podem levar até ao fechamento de negócios. 

Mas não é preciso temer os tributos e obrigações acessórias. O mais indicado é compreender como lidar com eles para que sua empresa cresça de forma sustentável e dentro da legalidade. E há formas mais fáceis de cumprir com tudo que os órgãos competentes exigem do empresário e cidadão brasileiro. O certificado digital facilita alguns processos e é obrigatório em outros. 

Neste artigo, vamos deixá-lo ciente das consequências graves de colocar sua empresa em risco tributário, a maneira correta de lidar com essa área e como tornar essas tarefas mais simples. Venha conosco!

Quais as consequências de expor a empresa a um risco tributário? 

Caso a Receita Federal constate crimes tributários na sua empresa ou impostos pessoais, há aplicação de multa, além da cobrança dos tributos atrasados com juros e multa. Para algumas empresas, o custo é tão alto que leva ao fechamento dos negócios. Ou, em casos menos complexos, os empresários precisam se desdobrar para conseguir arcar com suas responsabilidades. 

Em ações práticas, isso significa corte de gastos, funcionários e contração de outras dívidas para regularizar a parte tributária. Como o ditado prega, “o crime não compensa”. O que compensa é realizar um planejamento tributário, que pode ajudar a empresa a economizar e se organizar para arcar com suas obrigações. Falaremos mais sobre isso nos tópicos a seguir. 

Sonegação fiscal: principal problema

De acordo com o controller da Certificaminas, Luiz Gustavo Sousa, a prática que mais coloca as empresas em risco tributário é a sonegação fiscal. Deixar de declarar ou omitir informações para não pagar ou pagar menos impostos é um ato realizado de forma deliberada. 

Ou seja, as pessoas sabem que estão errando, mas sonegam impostos de forma consciente. O que significa economia em pouco tempo, pode se transformar em uma dívida e problemas maiores adiante. 

Obrigações acessórias

Deixar de realizar as obrigações acessórias também é sério e coloca sua empresa em risco tributário. Elas são necessárias para os órgãos competentes apurarem os impostos, contribuições e taxas, além de fazer a fiscalização.

Sabemos que são muitas burocracias. No entanto, deixar de passar por elas tem consequências e pode comprometer a saúde financeira de sua empresa. Os processos já estão sendo modernizados, muitos deles passaram a dar a opção de cumprir as obrigatoriedades com certificado digital. Em alguns casos, só é possível realizá-las com o documento. 

Fiscalização com inteligência artificial: mais precisa

“O cruzamento de informações com uso da tecnologia está muito avançado e vai progredir continuamente. Dessa forma, é cada vez mais difícil não ser pego em uma sonegação ou qualquer outra prática irregular”, afirma o controller da Certificaminas. 

Luiz Gustavo ainda afirma que a dificuldade de pagar tributos é um indício de que o negócio deve ser repensado. Dessa forma, os impostos e todas as tarefas ligadas à gestão tributária precisam ser considerados para se pensar nas estratégias, orçamento, precificação e todos os outros pontos. 

Como evitar problemas tributários 

“Para dar lucro, uma empresa precisa recolher impostos”, afirma Heitor Pires, CEO da Certificaminas. De acordo com ele, a não observância fiscal pode levar ao fechamento de um negócio em pouco tempo. 

Por isso, a Certificaminas tem um cuidado especial em instruir os parceiros a crescerem da maneira correta e sustentável. Afinal, você só terá segurança real se cumprir suas obrigatoriedades.  

Realizar planejamento fiscal e tributário

Orientamos que você realize o planejamento tributário e fiscal desde a ideação do negócio. Dessa forma, você irá escolher o melhor regime tributário para que possa operar com segurança. Uma boa análise sobre as opções significa economia a longo prazo. Além de pagar um valor menor de impostos, você torna sua empresa mais sustentável, já que essa escolha reflete diretamente nos custos do negócio. 

Escolha um bom contador 

Questões tributárias e fiscais são complexas. Então, nada substitui um bom profissional para orientá-lo, seja na parte de planejamento, no pagamento de impostos ou no cumprimento de suas obrigações acessórias.  

Muita atenção ao escolher o profissional ou empresa de contabilidade. 

Seguir orientações contábeis

Além de escolher um bom contador ou empresa de contabilidade, siga as orientações. Ninguém melhor do que ele para te indicar os caminhos para te deixar longe de riscos tributários. 

É uma área muito específica para o empresário agir de acordo com a opinião dele. Se há dúvida, leve para o profissional contábil, mas tenha em mente que é ele quem detém experiência e conhecimento técnico na área. 

Não dê o jeitinho brasileiro 

A sonegação de impostos e descumprimentos das obrigações acessórias é tão deliberada por causa da cultura do jeitinho brasileiro, como avalia o controller da Certificaminas, Luiz Gustavo Sousa. “O melhor jeito de fazer algo não é da maneira mais ‘vantajosa’ e sim da maneira correta”, afirma. 

Dessa forma, tenha como norma fazer as coisas do jeito certo e não do jeito fácil. A maioria das irregularidades tem graves consequências depois. 

Como o certificado ajuda a minimizar riscos tributários

A maioria das empresas só consegue emitir nota fiscal com um certificado digital. Há raras exceções de quem pode tirar NF sem o certificado. Existem outras obrigações acessórias que só podem ser cumpridas com o ele. Além da exigência, o certificado facilita o acesso aos canais dos órgãos públicos para o cumprimento das exigências legais, mesmo em casos opcionais. 

Também recomendamos que sejam outorgadas procurações para o seu contador ou contabilidade para que as burocracias possam ser realizadas da maneira mais facilitada possível. Em todos os casos, alguns procedimentos só podem ser realizados com certificado digital. 

O certificado digital ainda tem a vantagem de conferir maior segurança jurídica, facilitar assinatura de contratos a distância e agilizar uma série de atividades que demandariam pagamento de taxas, deslocamentos e outros. 

Se você ainda não tem o certificado digital ou precisa renovar o seu, nós podemos ajudá-lo, inclusive com emissão on-line. Clique e veja!